Aprenda 3 Passos Para Usar Uma Crise Ao Seu Favor

Olá! Aqui é o Felipe. O que você me diria se eu te dissesse para você: “Aprenda 3 Passos Para Usar uma Crise ao Seu Favor”? Acharia que eu estou louco ou que pode fazer algum sentido? Acompanhe esse artigo e descubra que uma crise pode ser o que faltava para você conseguir alcançar os seus objetivos de vida.

Eu passei por muitas crises na vida, afinal acompanhei pelo menos os últimos 30 anos da história do nosso país. Já vivi a época da hiper inflação, várias mudanças de moeda, acompanhei o plano Real e as crises mais recentes e sempre me deparei com uma situação que me despertava a curiosidade.

Havia sempre pessoas que se davam muito bem nas situações de crise. Era como se essas pessoas se aproveitassem da crise para alavancar seus resultados e eu não entendia como isso era possível.

Apesar da curiosidade eu não buscava entender necessariamente o que fazia essas pessoas terem desempenhos aparentemente melhores nas situações de crise. Eu simplesmente passei a acreditar que certas pessoas davam sorte e descobriam como se aproveitar de algumas situações que a crise proporcionava. Eu nunca imaginei que houvesse uma ciência por trás do desempenho em tempos de crise e que essa ciência fosse acessível a todos que se dispusessem a estudá-la.

>> Entenda mais sobre hábitos que atrapalham e como substituí-los aqui <<

Quando comecei a buscar informação sobre liderança e auto-conhecimento, me deparei com alguns conceitos que me levaram a encontrar as justificativas para os resultados positivos de certas pessoas em tempos de crise. Mas a ideia se completou realmente quando eu comecei a estudar marketing. Foi aí que eu consegui juntar as peças do quebra-cabeças do aumento dos resultados em tempos de crise e vou te dar umas dicas de como fazer para usar as crises ao nosso favor.

>> Entenda mais sobre hábitos que atrapalham e como substituí-los aqui <<

Assuma a Responsabilidade Pelos Resultados

A primeira dica que eu vou te dar é que você deve assumir a responsabilidade por seus resultados. As pessoas que conseguem usar as crises ao seu favor, fazem um esforço para sair do papel de vítima, onde não se pode fazer nada para resolver o problema que se apresenta para o papel de líder do seu destino, onde vemos desafios e focamos em como superá-los ao invés de enxergar problemas insolúveis. Esse é um conceito da liderança muito poderoso, que faz com que entendamos que somos os responsáveis diretos por nossos resultados, não os eventos externos a nós.

Portanto saia do papel de vítima e passe a acreditar que não existem problemas, mas sim desafios e focar na solução desses desafios é a sua tarefa imediata. Existe um provérbio que diz que “um problema é um desafio que você não quer enfrentar e um desafio é um problema que você quer superar”. Qual dos dois você quer mais, problemas ou desafios?

>> Entenda mais sobre hábitos que atrapalham e como substituí-los aqui <<

As Dores São as Oportunidades Disfarçadas

Em momentos de crise costumamos manter nosso foco de atenção para as dores que nos afligem. Remoemos essas dores e insatisfações e muito pouco fazemos para mudar a nossa situação. As pessoas que usam as crises ao seu favor, costumam pensar de maneira diametralmente oposta. Elas pensam nas dores como oportunidades de crescimento. Pensam que as dores são oriundas dos desafios e os desafios devem ser superados e quando eles são superados nos tornamos maiores do que eles.

Nesse momento estamos em uma ótima condição para usar a crise a nosso favor, pois se nós descobrimos uma forma de superar os desafios que enfrentamos, talvez possamos ganhar algo ajudando as outras pessoas a superar os mesmos desafios. É dessa forma que surgem os grandes produtos e serviços, através da experiência de pessoas que superaram situações de crise e descobriram como monetizar essa informação, através da criação de produtos e/ou serviços que ajudem a muitas pessoas a superar os mesmos desafios. Elas portanto descobrem como criar produtos e serviços ideias para resolver grandes problemas para as pessoas e as pessoas pagam muito bem para ter seus problemas resolvidos.

>> Entenda mais sobre hábitos que atrapalham e como substituí-los aqui <<

Não Guarde Para Si o Que Pode Ajudar os Outros

Já passei por muitas crises e superei muitos desafios na vida, mas somente agora eu estou aplicando a regra que eu divulgo aqui. Na maioria das vezes eu superava os desafios e continuava a vida como se nada tivesse mudado, apenas era mais um degrau e isso era a forma natural de seguir em frente, de desafio em desafio. Eu não conseguia fazer a ligação entre a superação de um desafio e a construção de um negócio por exemplo.

O mais engraçado é que eu sempre fui empreendedor e mesmo assim eu não fazia a ligação entre a minha experiência de superação com alguma necessidade nas pessoas pela qual elas estariam dispostas a pagar para sanar. Por isso eu não criava negócios para resolver essas dores nas pessoas, eu continuava a tentar descobrir o que eu poderia tentar vender que interessassem as pessoas, quando a resposta estava bem debaixo do meu nariz. Hoje eu sei que as pessoas estão dispostas a pagar para mim para ajudá-las a superar os desafios que eu já superei na minha própria vida.

Isso mudou totalmente a minha visão sobre as crises. Hoje eu sei que as crises são excelentes oportunidades para descobrirmos formas de resolver as dores das pessoas, pois se nós mesmos enfrentamos os desafios impostos por uma crise, mais pessoas devem estar enfrentando esses mesmos desafios e estão dispostas a pagar para não ter o trabalho de aprender como fazer para superá-los.

>> Entenda mais sobre hábitos que atrapalham e como substituí-los aqui <<

Portanto se você descobriu uma forma de superar um desafio imposto por uma crise, não guarde isso para você. Pense em formas de divulgar o que você descobriu e formas que ajudem as pessoas, mas também ajudem a você a crescer pessoal e financeiramente.

Se quiser dicas sobre como fazer para transformar a sua experiência em produtos que resolvam problemas para as pessoas e informações de como comercializar esses produtos, inscreva-se em 8 Passos Para Ter Uma Sequência de E-Mails Bem Sucedida.

Compartilhe esse artigo com seus amigos em suas redes sociais. Use os links no começo ou no final do artigo para isso.

Curta e compartilhe também a nossa página no Facebook através do link na coluna à direita. Dexie também seu comentário com críticas ou sugestões a respeito desse artigo. Seus comentários são muito importantes para que eu saiba se o conteúdo que estou criando está gerando valor para você.

Um Abraço,

Felipe Baqui

Artigo relacionado: Como Construir Uma Vida Com Mais Significado

Felipe Baqui

Felipe Baqui é analista de sistemas, advanced coach, especialista em desenvolvimento pessoal, tecnologia e marketing digital. Enfrentou aos 22 anos, a falência traumática de sua empresa. 10 anos depois começou um processo de autoconhecimento que possibilitou que hoje ele trabalhasse ajudando pessoas em processos de superação de grandes problemas.

Website: https://felipebaqui.com.br

4 Comentários

  1. João Victor da Costa Duarte

    Felipe parabéns suas dicas são ótimas para mim e tudo novo eu estou começando ou melhor emgatinhando literalmente nesse ramo de vendas e estou estudando lendo livros hoje mesmo acabei de ler o livro o segredo da mente milionária estou ficando muito contente com as descobertas e você me ajudou muito com essas informações muito obrigado já virei seu fã um grande abraço e muito sucesso.

    • Felipe Baqui

      Obrigado João! Fico muito feliz que eu esteja conseguindo levar mensagens positivas para pessoas como você, interessadas no crescimento pessoal. Esse livro do Harv Eker é meu livro de cabeceira. Outro que gostei muito foi o “O Que Os Ricos Sabem E Não Contam” do Brian Sher. Fica a dica. Um grande abraço e sucesso para você.

  2. Olá Felipe gostei muito do seu artigo e concordo com você. Ficar de vitima nunca resolveu para ninguém, desde que me entendo neste mundo, o país esta em crise. Você tem que ter mentalidade de campeão e sair de casa com essa postura e não como vitima.Obrigada pelas dicas.

    • Felipe Baqui

      Obrigado a você pelo comentário Edivania. Um Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *