Como Economizar Dinheiro Pode Te Empobrecer – Frases de Reflexão – Grandes Conquistas

Se você está endividado deve haver uma pergunta sempre presente nos seus pensamentos: “como economizar dinheiro”.

Porém, apensar de viver pensando em como economizar dinheiro, você continua devendo, não é?

Já te ocorreu por acaso que talvez você deva estar fazendo a coisa errada, ao tentar entender como economizar dinheiro?

Eu Também Devo Dinheiro

Durante muito tempo eu vivi estressado, buscando formas para economizar.

Vivia procurando informações sobre como economizar dinheiro, como gastar menos, como isso, como aquilo.

Sempre com o pensamento de que era necessário diminuir as despesas para conseguir acabar com as dívidas.

Porém, apesar de extensas pesquisas e tentativas infrutíferas de diminuir despesas, as dívidas continuavam crescendo.

Era como se quanto mais eu buscasse aprender como economizar dinheiro, menos dinheiro eu tinha.

Passei anos tentando entender porque, apesar dos meus esforços, eu não conseguia economizar e minhas dívidas continuavam a crescer.

Pensando Fora da Caixa

Durante uma das minhas pesquisas me deparei com um texto que dizia que, quando tentamos economizar dinheiro, nos fechamos às oportunidades de ganhar mais.

Isso até fez algum sentido, mas não é tão simples assim passar a ganhar mais.

Aparentemente, ganhar mais dinheiro não está diretamente sob o nosso controle.

Mas as despesas não. Elas aparentemente só dependem de nós, não é mesmo?

No fundo descobri que eu estava enganado em relação às duas afirmações acima.

Nem ganhar mais é tão difícil quanto pode parecer, nem economizar está totalmente sob nosso controle.

Economizar pode estar sob o nosso controle consciente, mas isso não diz muita coisa.

Todas as nossas decisões de consumo são emocionais, por mais que não acreditemos.

Por isso, coisas como deixar de comprar, são mais fáceis de falar do que fazer.

Frases de reflexão 01 >> Clique aqui para baixar o meu Livro “Os 7 Passos da Superação” <<

Mais uma Descoberta

Outro comportamento que eu tinha, que parecia muito lógico era pagar as dívidas mais caras antes de mais nada.

Pode parecer muito inteligente fazer isso e matematicamente é verdade.

Mas nossa mente não funciona matematicamente.

Como eu disse acima, nossas emoções influenciam demais em nossas decisões, mesmo naquelas que acreditamos ser lógicas.

Pois bem, eu mantinha o hábito de pagar as dívidas mais caras e viver com o que sobrasse.

Reserva financeira, não era possível, pois eu mal tinha para pagar as contas.

Esse comportamento me levava a dever cada vez mais e a não formar nunca, nenhum patrimônio.

Outra vez eu li que, mesmo quem devia dinheiro, tinha que reservar um percentual da receita para a formação de uma reserva.

Eu achei isso totalmente absurdo, pois os juros que eu conseguiria com investimentos seria um décimo do que eu teria que pagar de juros nas dívidas.

Portanto essa afirmação não fazia o menor sentido.Frases de reflexão 02 >> Clique aqui para baixar o meu Livro “Os 7 Passos da Superação” <<

Nossas Emoções é Que Mandam

A reação que eu tinha quando alguém falava em formar uma reserva era: eu não tenho como fazer reserva devendo como eu devo.

Não sobra nada do que eu ganho, como eu vou guardar?

Vou ter que pagar mais de juros do que vou ganhar com o investimento!

Diversas conversas mentais surgiam e me mantinham repetindo os mesmos comportamentos de consumo de antes, como se por mágica, algum dia, eles fossem me trazer resultados diferentes dos que eu alcançara até então.

Mais tarde descobri que essas conversas são o nosso subconsciente tentando defender aquilo que acreditamos ser o certo.

E no afã de confirmar nossas ideias sobre a vida, vivemos de uma forma destrutiva, fechados a qualquer mudança que possa nos salvar.

Como Economizar Dinheiro Pode Empobrecer

O conceito de riqueza, pelo menos financeira, diz respeito a quanto dinheiro temos de reserva financeira.

Já o conceito de pobreza diz respeito ao baixo nível de reserva financeira.

Os mais pobres não tem reservas, enquanto os ricos tem muita.

Portanto a única coisa que diferencia os pobres dos ricos, em termos de dinheiro, é que os primeiros não tem reserva e os demais tem muita.

O tamanho da dívida não está em pauta aqui.

Há ricos que devem mais do que as reservas que tem, mas como eles ainda tem muita reserva, continuam a viver na riqueza.

Há pobres que devem muito pouco ou quase nada, mas como continuam sem criar uma reserva financeira, continuam vivendo como pobres.

E o primeiro pensamento que leva a não formação de uma reserva é o pensamento de economizar para pagar dívidas.

Eu gravei um vídeo “Como Economizar Dinheiro Pode Empobrecer“, onde eu resumo justamente o pensamento que me levou a mudar essa realidade.

Nele eu explico que, quando aceitei estes conceitos e comecei a colocá-los em prática, duas coisas aconteceram:

Eu passei a formar uma reserva e comecei a ganhar cada vez mais dinheiro.

Assista ao vídeo e comente neste artigo.

Dívidas Não Crescem Para Sempre

Ao contrário das reservas financeiras devidamente alimentadas, as dívidas não podem crescer para sempre se não forem alimentadas.

Esse foi um outro conceito que eu desenvolvi, que na verdade os bancos não gostam muito.

Acontece que, ao perder o seu crédito, por ter uma anotação no sistema de proteção ao crédito, você perde a sua capacidade de se endividar.

Isso faz com que a sua dívida comece a aumentar apenas na proporção dos juros cobrados por seus credores.

Sejam eles bancos ou operadoras de cartões de crédito.

Porém, se você não pagar isso será anotado como prejuízo e as empresas não podem assumir prejuízos.

Por isso elas vão negociar e aqui é que mora uma arma para você usar a seu favor: quanto mais tempo passar com a dívida em aberto, maior vai ser o desconto que te darão para a quitação da mesma.

Por isso, ao invés da sua dívida crescer com o tempo ela irá diminuir.

Isso somado ao aumento da sua reserva financeira, possibilitará que você passe a ter mais dinheiro na reserva do que o tamanho da sua dívida.

É nesse momento que eu recomendo que você tente negociar o pagamento das suas dívidas, quando estiver numa condição de liquidez, ou seja, tenha mais dinheiro guardado do que o montante que você deve.

Isso possibilitará que você tenha o poder de negociação que antes pertencia a seus credores.

Mas veja bem, não gaste a sua reserva para pagar dívidas, ela deve ser intocável.

Isso porque ela é a forma de você se manter sem dívidas no futuro, pois se você gastar a sua reserva para pagar suas dívidas, você acabará fazendo mais dívidas e começará o mesmo processo de pobreza novamente.

Moral da História

Nem sempre quando achamos que estamos sendo racionais, estamos realmente no controle das nossas emoções e decisões.

Procurar saber como economizar dinheiro pode te empobrecer.

Ao invés de buscar formas de economizar dinheiro, é melhor buscar formas de ganhar mais e de constituir uma reserva financeira.

Pagar dívidas antes de começar a criar uma reserva é a receita para “nunca começar a criar uma reserva financeira”.

Comece agora, com o hábito de investir pelo menos 10% do que ganha, no ato do recebimento e viva com o restante.

Separar logo na entrada é a única forma de conseguir poupar e isso garantirá que no longo prazo você enriqueça e se livre definitivamente das dívidas.

Felipe Baqui

Felipe Baqui é analista de sistemas, advanced coach, especialista em desenvolvimento pessoal, tecnologia e marketing digital. Enfrentou aos 22 anos, a falência traumática de sua empresa. 10 anos depois começou um processo de autoconhecimento que possibilitou que hoje ele trabalhasse ajudando pessoas em processos de superação de grandes problemas.

Website: https://felipebaqui.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *