O Impacto da Falta de 1 Plano no Seu Dia

Num dia normal você acorda, se arruma, vai trabalhar, realiza tarefas, alcança ou não as metas e a vida vai seguindo.

Mas há dias em que algo acontece que mexe com essa rotina. Algo que te tira da zona de conforto e te faz ter que encarar a situação da tomada de decisão.

Isso não seria problema se você estivesse seguindo um plano, pois bastaria adaptar uma solução.

Porém nada é tão simples quando nos falta um plano ou acreditamos que nosso plano não nos levará onde precisamos chegar.

Nesses casos, ficamos perdidos, sem saber exatamente qual será o nosso próximo passo.

A falta de um caminho claro nos deixa nessa situação de ter que parar para pensar: “o que fazer agora?”.

>> Clique Aqui e Baixe um e-Book que te ajudará a valorizar mais o seu Tempo <<

Quando temos um plano e algo dá errado, podemos passar para outra fase do plano ou para uma alternativa para aquele passo em falso.

Quando não temos um plano podemos passar para qualquer coisa, pois nada está planejado mesmo e a tendência de escolhermos uma ação totalmente descoordenada com nossos objetivos é muito grande.

Pequenas coisas conseguem impactar pessoas sem planos definidos. Já aqueles que possuem objetivos bem desenhados e planos minimamente traçados, levam vantagem.

Porém, vale ressaltar que nenhum plano sobreviverá à rotina diária. Ninguém planeja nada com 100% de acerto.

Mas não podemos usar isso como desculpas para não planejar ou planejar mal e porcamente.

>> Clique Aqui e Baixe um e-Book que te ajudará a valorizar mais o seu Tempo <<

O Quanto Planejar

O mais difícil na verdade é entender o quanto de energia dispender no planejamento em si, já que o plano será adaptado de acordo com os acontecimentos, de que adiantaria gastar muita energia no planejamento?

Pouco planejamento também pode aumentar o gasto de energia na execução. Levando a pessoa a gastar energia demais na elaboração de cada ação, no momento de executá-la.

Uma boa regra é escrever bem um objetivo, de forma bem específica, temporal e mensurável.

Após termos um objetivo, traçar metas para atingir ao longo do tempo até o objetivo. Afinal precisamos de pontos de checagem.

Quanto às tarefas, essas devem ser planejadas com antecedência mínima de 3 e máxima de 5 passos por vez.

As mesmas devem ser revisadas antes de totalmente concluídas.

>> Clique Aqui e Baixe um e-Book que te ajudará a valorizar mais o seu Tempo <<

Portanto a ideia é definirmos as 3 ou 5 próximas tarefas a seguir para alcançar a próxima meta. Ao concluirmos no máximo 2/3 das tarefas, redefinimos as próximas 3 a 5 tarefas.

Agindo dessa maneira, teremos um plano geral, com objetivos e metas e ainda assim, teremos flexibilidade para adaptar nosso plano ao ambiente que formos encontrando.

Essa é a estratégia que eu utilizo para alcançar meus objetivos.

E você? Qual é a sua estratégia? Se você costuma trabalhar demais e chegar no final do dia achando que não fez nada, você precisa ficar atento ao impacto da falta de um plano no seu dia.

Deixe um comentário abaixo dizendo se esse artigo foi útil para você e qual é a sua metodologia para se manter no caminho de alcançar os seus objetivos.

Compartilhe esse artigo nas mídias sociais. Ele pode ajudar a seus amigos.

Um Abraço,
Felipe Baqui

Felipe Baqui

Felipe Baqui é analista de sistemas, advanced coach, especialista em desenvolvimento pessoal, tecnologia e marketing digital. Enfrentou aos 22 anos, a falência traumática de sua empresa. 10 anos depois começou um processo de autoconhecimento que possibilitou que hoje ele trabalhasse ajudando pessoas em processos de superação de grandes problemas.

Website: https://felipebaqui.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *